letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
13
Out 07
publicado por RAA, às 16:30link do post | comentar

Cantor discreto, voz de veludo, Gerry Rafferty é um excelente songwriter e um óptimo melodista. A música deste escocês tanto se filia no rock como na canção tradicional britânica, na linha, por exemplo, dos Beatles e de McCartney, em particular. É seu um dos grandes hits da década de setenta: o empolgante «Baker Street», do álbum City To City (1978).
Snakes And Ladders (1980) trilha o percurso da nostalgia, do amor e da infância. Disco muito equilibrado, é difícil destacar composições. De qualquer modo, arrisco o love-blues «Bring It All Home», com um sax maravilhoso tocado por Raphael Ravenscroft; «The Garden Of England», com uma melodia angustiosa que é charge aos nostálgicos do Império; «Café Le Cabotin», saudosa também, mas dos tempos dos ballroom dancings; e o extraordinário rag que é «Syncopatin' Sandy», nome de um estranho pianista movido a whiskey, que Gerry terá conhecido na juventude, e que cometia a proeza de tocar noite e dia sem demonstrar cansaço...
Snakes And Ladders tem, portanto, as virtudes do seu autor: sem modas, é susceptível de ser fruído em qualquer ocasião, tempo e lugar.

mais sobre mim
Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO