letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
07
Abr 08
publicado por RAA, às 23:00link do post | comentar


Juntei o pó que as horas no meu seio
deixaram; e depois, com o suor da face
e as lágrimas dos olhos, amassei-o
até que em barro mole se tornasse.

E entre acessos de júbilo e receio,
dei-lhe forma, tentei que se animasse
nos meus dedos viris; -- e bafejei-o
p'ra que o meu fogo interno o calcinasse.

Depois expu-lo à turba. E nesse instante
vi-o baço e minúsculo e imperfeito
sob outra luz, mais crua e penetrante.

Acalmei a vaidade. E agora sei
que, muito antes de em pó eu ser desfeito,
se desfará o pó que eu amassei.


Verbo Austero

mais sobre mim
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





pesquisar neste blog
 
blogs SAPO