letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
31
Mai 05
publicado por RAA, às 19:51link do post | comentar
Veja só, Ánia: o seu avô, o seu bisavô e todos os seus antepassados eram esclavagistas, proprietários de almas vivas, e não será verdade que de cada ginja no pomar, de cada folha, de cada tronco, olhem para si seres humanos, será que não houve vozes... Possuir almas vivas -- isso transfigurou-vos a todos, aos que viveram antes e aos que vivem agora, a um ponto tal que a menina, a sua mãe e o seu tio já não se dão conta de que vivem com dinheiro emprestado, de que vivem por conta alheia, por conta dessa gente a quem não deixam entrar em casa para além do vestíbulo...
O Ginjal
(tradução de Nina e Filipe Guerra)

Gostei muito de sua pág. sobre poetas onde cheguei ao pesquisar Gomes Leal.

V. tem o estudo de Vitorino Nemésio sobre Gomes Leal? O meu desapareceu-me...

Preciso de saber pormenores sobre o poema miserere mei

Embora não conheça faço esta solicitação no espirito de abertiura da net
mch a 23 de Julho de 2006 às 18:09

mais sobre mim
Maio 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

20

25
27



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO