letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
20
Out 10
publicado por RAA, às 20:30link do post | comentar
Um dos maiores poetas portugueses da sua geração. Finíssimo. Contido. Os fragmentos de diário que o JL hoje publica, pela mão amiga de Luís Amorim de Sousa é revelador desse aristocratismo. Como ele fala dos Sitwell...; como ele fala de Almada Negreiros, em visita de ambos à Tate...; como fala da Lisboa soalheira em 59 e das almas soturnas que a habitam...; como fala do grande Manuel Bandeira... Que referência e que lição para este tempo de verborreia e gosto degenerado. 

Pena qu não se pode ler o texto...
Rose Marinho Prado a 20 de Outubro de 2010 às 21:07

Pois é. Fui ver e não está on line.
Mas o livro não deve tardar.
RAA a 20 de Outubro de 2010 às 22:36

mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






pesquisar neste blog
 
blogs SAPO