letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
22
Mai 08
publicado por RAA, às 22:16link do post | comentar
Classicismo, romantismo, simbolismo, futurismo, nacionalismo e todos os demais ismos passados, presentes e futuros, quando não são rótulos, são atitudes nossas a que a obra de arte, na sua realidade e na sua essência imediata, é absolutamente estranha, indiferente. Aceito, pois, o nacionalismo, como aceito todas as outras escolas, doutrinas e teorizações estéticas, desde que me apresentem obras que sejam apenas e simplesmente... obras de arte.


A Caça aos Coelhos e Outros Escritos Polémicos

Claro! Muito bem dito: o que importa é a arte e a sua criação! Com ou sem ismos... :)
Ana Paula a 23 de Maio de 2008 às 18:21

Como, naquela época, não se cansou de dizer o Régio...
Um abraço.
RAA a 23 de Maio de 2008 às 18:29

mais sobre mim
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





pesquisar neste blog
 
blogs SAPO