letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
29
Nov 06
publicado por RAA, às 19:28link do post | comentar
Um livro sem gralhas é como um jardim sem flores.

Esta paga direitos: disse-ma ao telefone o José Duarte, quando descobrimos uma gralha arreliadora num projecto comum.
RAA a 29 de Novembro de 2006 às 19:33

Bom... sendo assim eu devo ter o maior canteiro de Lisboa :-))

Até sempre!
aldina a 30 de Novembro de 2006 às 15:25

Só que as minhas são daquelas que provocam dores de cabeça, quais flores de jazigo... :(
Até breve!
RAA a 30 de Novembro de 2006 às 19:45

mais sobre mim
Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





pesquisar neste blog
 
blogs SAPO