letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
26
Abr 06
publicado por RAA, às 18:18link do post | comentar
Quem não faz bem a uma pessoa, faz-lhe mal...
Gorki
Que ficará duma vida tão plenamente cumprida, prolongada nos filhos e nos netos, da bondade para além das vazias palavras de circunstância, praticada cada dia sem olhar a quem? Que ficará, senão a memória do terno riso sofrido da minha Mãe? Bondade e eternidade, imperfeitíssima rima.

Belo! Mas dá a impressão de que tudo isso de que falas no início não é o infinitamente bom que afinal é. Carry on. Ab
João Villalobos a 27 de Abril de 2006 às 12:47

Não sei quem é esse Gorki, mas acredito profundamente nisso. Tudo o que não me torna melhor pessoa, mais humana, cada vez mais perfeita, faz-me mal. Não acredito em coisas que não fazem nem mal nem bem. Estagnar é a mesma coisa de andar para trás... :)
magnólia a 27 de Abril de 2006 às 17:10

Cara Magnólia,

Intrometendo-me com uma resposta que o Ricardo de bom grado lhe daria, Maximo Gorki foi um escritor russo que escreveu entre outras obras um livro intitulado «A Mãe». Recomendo a leitura, se bem que eu cá seja mais Dostoievsky e Gogol. Que querem, tenho a Alma Russa! :)
Bjs
João Villalobos a 27 de Abril de 2006 às 17:30

Magnólia: obrigado pelo comentário.

João: obrigado. Não há consolo nenhum para a perda. :|
Quanto ao Gorki, também não é dos meus preferidos, mas acho que tem lugar lá no panteão eslavo... :)
RAA a 27 de Abril de 2006 às 18:42

mais sobre mim
Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





pesquisar neste blog
 
blogs SAPO