letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
24
Mai 05
publicado por RAA, às 23:15link do post | comentar
Tenho na vida tão poucas coisas que me aflijam, que um dos meus maiores pesares é saber que alguns destes campos estão condenados a servir de terrenos para edificações. No que está situado mais perto da cidade vi, durante várias semanas, um tão grande número de carrinhos de mão, que cheguei, na verdade, a pensar que toda a terra, até a uma profundidade de dezoito polegadas pelo menos, ia ser transportada para outro ponto. Em diferentes sítios do terreno condenado encontram-se amontoadas imensas pilhas triangulares de pranchas, e um pequeno bosque que lhe fica na borda oriental acaba agora mesmo de receber a sua condenação à morte, anunciada por uma estranha pintura a branco nos respectivos troncos: as árvores devem dar lugar a um grupo de chaminés.
O Espelho da Tia Margarida
(tradução de José Marinho)

publicado por RAA, às 03:38link do post | comentar
Rosa Alice Branco Posted by Hello

mais sobre mim
Maio 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

20

25
27



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO