letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
20
Ago 05
publicado por RAA, às 16:18link do post | comentar
Posted by Picasa Woodstock, 1969

publicado por RAA, às 16:09link do post | comentar
Posted by Picasa A coragem e o bom-senso.
tags: ,

publicado por RAA, às 16:00link do post | comentar
SE EU PUDESSE

Se eu pudesse dar-te aquilo que não tenho
e que fora de mim jamais se encontra
Se eu pudesse dar-te aquilo com que sonhas
e o que só por mim poderá ter sonhado

Se eu pudesse dar-te o sopro que me foge
e que fora de mim jamais se encontra
Se eu pudesse dar-te aquilo que descubro
e descobrir-te o que de mim se esconde

Então serias aquele que existe
e o que só por mim poderá ter sonhado

A Idade da Escrita

publicado por RAA, às 15:59link do post | comentar
Posted by Picasa Fotografia de Graça Sarsfield

publicado por RAA, às 05:58link do post | comentar | ver comentários (2)
criador de quatro personagens bd que nos retratam a diferentes horas do dia. Posted by Picasa
tags: ,

publicado por RAA, às 02:15link do post | comentar
Os escritores realmente grandes são aqueles em que cada época pode encontrar aquilo que mais a interessa.
«Prefácio» ao Livro do Centenário de Eça de Queiroz

publicado por RAA, às 02:13link do post | comentar | ver comentários (2)
nunca por demais amada co-organizadora brasileira do Livro do Centenário do «nosso» Eça (1945), fotografia em capa de um livro póstumo Posted by Picasa

16
Ago 05
publicado por RAA, às 22:56link do post | comentar
O terror não chora.
Camilo Castelo Branco, A Filha do Regicida
Africanos a bordo dum negreiro, chegados a porto desconhecido. Índios num quotidiano de reserva, tentando juntar fragmentos estilhaçados duma ancestralidade perdida. Espectros silenciosos de judeus nos campos de extermínio nazis, aguardando a entrada de tropas Aliadas.

publicado por RAA, às 14:03link do post | comentar
1

Desço
pelo cascalho interno da terra,
onde o esqueleto da vida
se petrifica protestando.

Como um rio ao contrário, de águas povoadas
por alucinações mortas boiando levadas
para a alma da terra,
procuro os úberes do fogo.

Descida aos Infernos / Trabalho Poético

publicado por RAA, às 13:58link do post | comentar
Posted by Picasa

mais sobre mim
Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

17
18
19

24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO