letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
27
Dez 07
publicado por RAA, às 03:12link do post | comentar | ver comentários (2)
Big Brother & The Holding Company, Ball And Chain. Janis Joplin, não sei de ninguém como ela. Uma estrela desconhecida no Festival Pop de Monterey de 1967. Assim cantava uma texana os blues. A estupefacção é geral, está estampada na cara da audiência. Um meteoro. Restavam-lhe três anos de vida. (postado em 2 de Maio)




Blood Sweat & Tears, And When I Die, ao vivo algures no Japão, em 1970. Um óptimo exemplo de fusão. Uma banda fora-de-série e um vocalista que o não é menos: David Clayton-Thomas. (postado em 23 de Maio)





Buffy Sainte-Marie, Little Wheel Spin And Spin. Índia da tribo Cree, canadiana. Uma voz da native-american music. E (com) que voz! Pete Seeger, estático, observa. (postado em 21 de Maio)




Clark Terry, Mumbles. Mistura de scat e língua de trapos do cozinheiro sueco dos Marretas. «Mumbles», alcunha de Terry, aplica-se a quem é trapalhão a falar... Exímio sentido da comunicação, humor a rodos, grande momento! Uma lenda viva do jazz. (postado em 21 de Julho)




26
Dez 07
publicado por RAA, às 19:40link do post | comentar
Éramos quatro ou cinco, em torno de pequena mesa de ferro, no bar do Parque. Alegre véspera de Natal! As mulatas iam e vinham, com requebros, sorrindo dengosamente para os soldados do Regimento de Cavalaria. No caramanchão, outras dançavam maxixe com pretos reforçados, enquanto um cabra gordo, de melenas, fazia a vitrola funcionar.


O Amanuense Belmiro

publicado por RAA, às 00:59link do post | comentar | ver comentários (2)
Anita O'Day, Sweet Georgia Brown, no Festival de Newport, 1958. Excerto do documentário de Bert Stern, Jazz On A Summer's Day. Incrível a garra com que ela ataca as palavras. (postado em 28 de Setembro)



Annie Lennox + David Bowie + Queen, Under Pressure. Concerto de Homenagem a Freddie Mercury, Abril de 1992. Lennox, magnífica, ofusca Bowie, num tema em que ele e os Queen fizeram esquecer um período medíocre dos respectivos percursos. Com um abraço ao Ruela pelo comentário. (postado em 26 de Setembro)



Archie Shepp, Mama Rose. O free que não esquece as raízes. Gravação sem data da televisão francesa, provavelmente anos 90. (postado em 18 de Junho)


Benny Goodman feat. Peggy Lee, Why Don't you Do Right? O Rei do Swing, dizia-se de Goodman, grande clarinetista e chefe de big band. Tudo aqui se ginga, tudo se swinga. Contagiante e irresistível. De Stage Door Canteen, filme de Frank Borzage realizado em 1943. (postado em 20 de Fevereiro)

24
Dez 07
publicado por RAA, às 00:44link do post | comentar | ver comentários (12)


23
Dez 07
publicado por RAA, às 16:06link do post | comentar | ver comentários (4)
Talvez tudo fosse diferente / se o mundo tivesse começado tão bem / como as variações Goldberg
Manuel de Freitas

publicado por RAA, às 16:02link do post | comentar | ver comentários (2)
Uma selecção de 24 das duzentas e muitas músicas postadas n'O Vale do Riff em 2007, depois do Natal.











publicado por RAA, às 15:56link do post | comentar
Dum questionário do Sunday Times, tirado daqui.

Podem os "crimes de honra" ou a mutilação genital de mulheres ser colocados num "contexto cultural"?
Lá poder, podem... Que haja quem, aceitando-o, o justifique é que é repugnante.

22
Dez 07
publicado por RAA, às 15:11link do post | comentar | ver comentários (2)

publicado por RAA, às 03:35link do post | comentar
Assim





1/IX/1939


ou assim


21/XII/2007



21
Dez 07
publicado por RAA, às 23:23link do post | comentar
Jethro Tull

mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


25



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO