letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
10
Nov 09
publicado por RAA, às 00:35link do post | comentar

09
Nov 09
publicado por RAA, às 13:00link do post | comentar | ver comentários (5)
Há vinte anos, a queda do Muro de Berlim -- o muro da vergonha, lembram-se? -- representou o fim do maior embuste do século XX: sociedades reprimidas e policiadas, em nome da liberdade e da justiça; imperialismo de rapina, em nome do internacionalismo e da amizade dos povos; belicismo, em nome da Paz (com maiúscula e tudo); castas privilegiadas (dum lado os apparatchiks; do outro, a generalidade da população), em nome da igualdade. Era assim que queriam combater o capitalismo.
Como dizia o velho anarquista Manuel Joaquim de Sousa, polemicando com Bento Gonçalves, o PCP queria substituir uma ditadura (o salazarismo nascente) por outra, ainda mais cruel e mais estúpida.

07
Nov 09
publicado por RAA, às 04:24link do post | comentar | ver comentários (2)
A LAMA E O REI

Disse a lama do chão, que os vis esgotos somem,
para um rei que a pisava, esplendente de fama:
-- Quando te pisarei, um dia, feita homem?
Quando serei eu rei? Quando serás tu lama?


Refúgio / Obra Poética
(edição de Joaquim Magalhães)

06
Nov 09
publicado por RAA, às 18:00link do post | comentar | ver comentários (4)

05
Nov 09
publicado por RAA, às 21:07link do post | comentar | ver comentários (3)
Esqueço como que por milagre todos os meus rancores, todos os meus ódios, toda as minhas revoltas, e só experimento para com as pessoas que me falam humanamente sentimentos de abnegação e amor, embora saiba, por experiência própria que só as pessoas infelizes colocam o sofrimentos dos humildes em pé de igualdade com o seu e que há sempre insolência e distância na bondade dos felizes...



Diário de uma Criada de Quarto
(tradução de Adelino dos Santos Rodrigues)
imagem daqui

publicado por RAA, às 18:00link do post | comentar

04
Nov 09
publicado por RAA, às 20:43link do post | comentar
Em 2007, uns quantos rapazes e raparigas invadiram uma propriedade privada que produzia milho transgénico, destruindo simbolicamente uma pequena área de cultivo. De repente, a nossa letargia bovina, a nossa passividade de cobaias foi despertada por essa acção terrorista e perigosíssima. O Estado quer levá-los a julgamento. Eu acho que devemos agradecer-lhes.
Ler aqui; petição aqui.

publicado por RAA, às 19:56link do post | comentar | ver comentários (6)
Aquele que é amigo, é-o em todo o tempo; torna-se um irmão no tempo da desgraça. Colecção Salomónica
«Provérbios», Bíblia Sagrada (Missionários Capuchinhos)

publicado por RAA, às 19:25link do post | comentar

publicado por RAA, às 00:09link do post | comentar | ver comentários (7)
Jacqueline du Pré
(lembrei-me dela, a propósito dum post da Aust.)

mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO