letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
30
Mai 10
publicado por RAA, às 16:03link do post | comentar
Na Patagónia, de Bruce Chatwin, e O Papagaio de Flaubert, de Julian Barnes, dois dos primeiros títulos da Quetzal, em 1989. Comprei-os logo, seduzido pelo formato e fascinado pelas capas soberbas de Rogério Petinga. E não me arrependi. O livro de Barnes e uma digressão cheia de espírito pelo criador da Madame Bovary; o de Chatwin é talvez o mais fascinante livro de viagens que me foi dado ler. Voltei a pegar nele, vinte e um anos passados, e o encantamento ressurgiu de imediato.

mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

22




pesquisar neste blog
 
blogs SAPO