letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
08
Mai 06
publicado por RAA, às 19:09link do post | comentar
No vale onde me encontro
ouço os sinos das igrejas
a darem as horas certas.

O vento é o meu nevoeiro,
o badalar é o mugir do meu farol.

Homem das cidades marítimas,
sinto o cerco dos montes, dos penedos, da floresta.
Sei que há lobos,
javalis escondidos,
cavalos selvagens pastando solitários.

O pio nocturno da coruja
não me deixa esquecer onde estou.

Agosto de 2000
Seis Composições Outonais
tags:

Bom! Mas quanto ao conteúdo, vê-se que não foste escoteiro ;)

Abraço,
João Villalobos a 9 de Maio de 2006 às 10:16

Condesso: o meu escutismo prende-se mais com escutar o outro Baden Powell... :)
RAA a 9 de Maio de 2006 às 17:19

Ah, ah! Essa foi boa!
Mas não escrevas com «u». Esses são os escutas católicos do CNE. Os originais são os da AEP, que admitem todas as confissões religiosas e se escrevem escoteiros, com «o», como escotismo. Bem sei que a tradução de scouts seria mais correctamente escutas, mas tradição é tradição :)
Abraço
João Villalobos a 10 de Maio de 2006 às 10:09

Sempre alerta!...
RAA a 10 de Maio de 2006 às 12:02

finalmente descobri a diferença entre escuteiro e escoteiro.:)
obrigada.
lebredoarrozal a 19 de Maio de 2006 às 03:04

...foi, de certeza, um lobito em novo!
RAA a 19 de Maio de 2006 às 18:34

mais sobre mim
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16




pesquisar neste blog
 
blogs SAPO