letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
28
Ago 10
publicado por RAA, às 23:20link do post
Eu tinha na minha casa umas garrafas de vinho do Porto, ainda de herança de meu avô; abri uma delas, e só o aroma que exalou o grato falerno tornou o ambiente mais agradável que o dos países temperados; eu o ofereci à minha gentil roubadora, ela a pôs aos beiços, pois não havia copo, e eu bebi depois um licor divinizado mais saboroso que o néctar. Visconde de Vilarinho de São Romão
«A bela roubadora», Histórias de Meninos para Quem não For Criança

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO