letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
01
Out 08
publicado por RAA, às 22:46link do post | comentar


O pudor é certamente um sentimento de profanação. A amizade, o amor e a piedade devem ser tratados como mistérios. Só em raros e íntimos momentos se deveria falar deles, para chegar a um entendimento tácito. Há coisas que são demasiado delicadas para serem objecto de pensamento, mais ainda de comentário. Novalis
Fragmentos São Sementes (tradução de João Barrento)

Uma citação que revela a extrema delicadeza e sensibilidade de Novalis.

Lindíssimo pensamento!
Ana Paula a 2 de Outubro de 2008 às 01:34

Extraordinário. A falta que faz, hoje em dia, um bocadinho que fosse desta delicadeza e deste respeito pelos sentimentos...

Um beijo, vizinho.
ana v. a 2 de Outubro de 2008 às 10:47

É verdade, Ana Paula e Ana V(izinha). Se há coisa que me causa asco, essa é o despudor. Nem falo no impudor exibicionista mais ou menos, digamos, "carnal", tantas vezes kitsch, simplório e risível; mas no despudor com que se expõe a vidinha e os seus acidentes, tristes espectáculos a que vamos assistindo por aí, não apenas no lixo televisivo mas também no lixo blogosférico.
Abraços a ambas.
RAA a 2 de Outubro de 2008 às 12:43

engraçado, como "mudam os tempos, mudam-se as vontades".se novalis regressasse à vida, quereria morrer só de ver tanto despudor (ainda agora no ths e, um documentario sobre a pam anderson).
o seu comentario/rsp está 5 estrelas, subscrevo.
nas asas de um anjo a 3 de Outubro de 2008 às 15:48

:)
RAA a 3 de Outubro de 2008 às 19:56

mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





pesquisar neste blog
 
blogs SAPO