letras, sons, imagens -- revolução & conservação -- ironia & sarcasmo -- humor mau e bom -- continua preguiçoso
23
Jul 12
publicado por RAA, às 01:17link do post | comentar

Na obra de Aquilino Ribeiro vivem os camponeses e os citadinos, os frades maganões e os arrieiros, os mestres de obras e os homens do foro ou da arte de curar, os políticos trocatintas e os jornalistas de nariz no ar a farejar a notícia só pelo prazer de meter a colherada em seara alheia; mas essa obra sólida, viva, duradoira só é possível ter a vida que tem e as formas que lhe deram graças ao lastro de cultura que o seu autor absorveu e foi sempre aumentando, à medida que os anos passavam e as ciências e as letras iam avançando.

 

Raul Rego, Aquilino Ribeiro, Cadernos F.A.O.J., s.d. 

imagem


mais sobre mim
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15


25
26
27
28
29
30


posts recentes
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO